segunda-feira, 19 de junho de 2017

MONDO SENZA PARITA


Ultimamente mi sento incredula di scrivere, per sondare le leggi, a sentire che tutto ciò che ci spinge a aiutare la donna non ha alcun valore in quanto si chiude nel tuo piccolo mondo di sofferenza, dimenticando che qui è al vostro aiuto, tutti i strumenti di cui ha bisogno di difendersi.Hanno creato le leggi infinite.

 
La legge Maria da Penha non eroga alcuna donna che viene uccisa dal suo fidanzato, marito, compagno (qualunque sia il nome dato ad una relazione i due, al giorno d'oggi).Questa legge non ha proteggersi Maria da Penha, il cui marito è stato arrestato solo vent'anni dopo.Sto entrando in strisce di donne uccise, stuprate, deformati in qualche modo.Gli uomini del ventunesimo secolo sono peggio dei vecchi orchi, uomini delle caverne, i Vichinghi, gli uomini della croce .... Solo un po 'più raffinata.
Ma i crimini e attacchi efferati rimangono gli stessi. Credo che le donne musulmane sono quelle che soffrono di più di dover rispettare i desideri dei loro mariti. Come molti paesi musulmani fanno uso della poligamia, sono obbligati ad accettare l'altro: quando non sono costretti a sdraiarsi con relativa del marito. Se non accettate vengono frustati.
La maggior parte di queste donne sono così belle e devono indossare burqa a nascondere i loro corpi sexy e le loro facce formose. Quando ho avuto l'appoggio di Roberto Rossi mi sentivo più sicura perché mettere la mia sostenibilità e il sostegno di coloro che hanno combattuto insieme per la stessa causa.
Solo io so che un giorno è sparito e non è mai apparso, che mi ha fatto molto triste. A volte le persone scompaiono senza lasciare traccia. Solo che non riesco a immaginare il motivo. E 'un altro motivo per continuare a odiare gli uomini. Sono in un pessimo periodo della mia vita; Non posso fare a qualcuno o me stesso ...
E 'meglio essere soli, cassetta di sicurezza all'interno delle mura della vostra camera, di essere ferito dalla mancanza di saggezza degli uomini. Voglio aiutare tutti coloro che hanno bisogno, ma, per quanto mi riguarda, la mia autostima è caduto in unscogliera senza fondo. In tutta onestà, sempre voluto aiutare molte di queste donne, dimenticati da Dio, ma non accettano l'aiuto di nessuno (piuttosto morire).

 
E 'un peccato perché mi sento scoraggiato. Quando ho iniziato questo blog, insieme a Roberto, ho pensato che saremmo stati un doppio impatto ... ma non è stato così e mi sento in colpa, vergogna, per sentirsi in grado di aiutare a una donna (forse anche un uomo come l'uguaglianza include per entrambe le parti.
Stasera è freddo e buio. Forse, chissà, la giornata di domani albe senza sole, i fiori e gli uccelli sbiaditi tutti senza parole. Questo è un mondo senza l'uguaglianza, folle; ed io, come io sono una persona sensibile normale, mi sento un vuoto immenso dentro di me, per non va bene per niente.

MUNDO SEM IGUALDADE

Ultimamente me sinto descrente de escrever, de sondar leis, de sentir que nada que nos impulsiona a ajudar à mulher não tem valor algum pois ela se fecha dentro do seu mundinho de sofrimentos , esquecendo-se que aqui fora está à sua ajuda, todos as ferramentas que ela precisa para se defender.
Já criaram infinitas leis.

 A Lei Maria da Penha não livra nenhuma mulher de ser morta por seu namorado, marido, acompanhante (seja lá que nome se dê a um relacionamento a dois, hoje em dia).
Esta Lei não protegeu  a própria Maria da Penha, cujo marido só foi preso vinte anos depois.
Fico juntando tiras de mulheres assassinadas, estupradas, deformadas, de alguma maneira.
Os homens do século XXI estão piores que os velhos ogros, homens das cavernas, os Vikings, os homens das cruzadas.... Só que um pouco mais requintados.


Mas os crimes e ataques hediondos continuam os mesmos. Creio que as mulheres muçulmanas são as que mais sofrem, por ter que acatar às vontades dos maridos. Como muitos países muçulmanos fazem uso da poligamia, elas são obrigadas a aceitar umas às outras: quando  não são obrigadas a se deitas com parente do marido. Se não aceitam são açoitadas.


A maioria daquelas mulheres são tão lindas e têm que usar burca, para esconderem seus corpos sensuais e seus rostos bem torneados. Quando eu tinha o apoio do Roberto Rossi eu me sentia mais segura pois colocava nele a minha sustentabilidade e apoio de quem lutava junto sobre uma mesma causa.


Só sei que um dia ele sumiu e nunca mais apareceu, o que me deixou muito triste. Às vezes às pessoas somem sem deixar rastro. Só que não consigo imaginar o motivo. É mais um motivo para continuar odiando os homens. Estou em um período muito ruim da minha vida; não consigo ajudar ninguém nem a mim mesma...


É melhor estar só, segura, dentro das paredes do seu quarto, que ser magoada pela falta de sensatez dos homens. Quero ajudar a todas que precisarem mas, quanto a mim, minha autoestima caiu em um
precipício sem fundo. Com toda sinceridade, sempre quis ajudar a muitas destas mulheres, esquecidas por Deus, mas elas não aceitam ajuda de ninguém (preferem morrer).

 É uma pena pois me sinto desestimulada. Quando iniciei este blog, junto com Roberto, pensei que nós seríamos uma dupla impactante... Mas não foi assim e eu me sinto culpada, envergonhada, por me sentir incapaz de ajudar à alguma mulher (talvez até um homem mesmo pois a igualdade engloba às duas partes.


Hoje a noite está fria e escura. Talvez, quem sabe, o dia amanhã amanheça sem sol, às flores murchas e os pássaros todos emudecidos. Este é um mundo sem igualdade, insano; e eu, como sou uma pessoa normal, sensível, sinto um imenso vazio dentro de mim, pois não sirvo para nada.


Texto de: JUSSARA SARTORI
Escritora, Poetisa & Freelance

segunda-feira, 12 de junho de 2017

UGUAGLIANZA EMPIRICA




Uguaglianza empirica da solo, per sempre impostato non dipende lo studio della scienza; che proprio da solo, rendendo volgare, perché la gente non è più dare valore. Oggi entrambi i sessi vogliono decidere la propria vita per i valori immorali e comportamenti, volendo affrontare tutti i problemi che l'illogicità. Per essere onesti, credo che l'eugenetica non governa più di questa società illogico intorno a noi e vogliono mangiare perché stiamo calci morale e tecnicamente nel tempo, nonostante tutta la tecnologia ed esuberante allo stesso tempo, tecnocrate.


 
La tecnologia nucleare è avanzata a passi da gigante, si sovrappongono e sovrastimare la propria intelligenza che è stata nascosta nella parte posteriore, l'era dei Vichinghi o anche il tempo delle crociate. Quando si studia queste parti del mondo la storia che ha abbracciato un adimensionale eufenismo senza umanità colpo solo.



 
Solo gli uomini oggi sono più graffiante rispetto agli uomini del passato, come distruggono gli altri esseri umani, senza alcuna pietà, suicidandosi dopo come la vita non aveva alcun significato.Mentre la donna si trasferì nel livello industriale, mettendo su strettamente prima di una società insicura, senza la necessità di reagire, di chi fidarsi?



 
Oggi gli uomini a parte le donne come se fossero una cosa inutile (farli soffrire molto e poi li mutilano). Che mondo è questo, mio ​​Dio? Lungo ho imparato a non fidarsi di un uomo e hanno una paura infinita di loro, alla ricerca di senza mantenere una distanza infinita tra me e loro.
 
L'uomo empirica è colui che è ormai un essere incapace di pensare con la sanità mentale e la bontà nel cuore. La donna si nasconde dietro la sua debolezza a cadere nella rete del nemico. Dove è l'uguaglianza? Non più, gli uomini e le donne agiscono come ha detto la sua testa.


 Questo incubo si sta trasformando la malattia. Questo paese è così bello e come un carismatico, accogliente popolazione deve muoversi perché i governanti stessi sono corrotti, sono ladri, fessurati nel potere e denaro, con questo cattivo esempio di carattere poveri, i poveri in spirito.


 
In mezzo a tutto questo male, questa corruzione dilagante, ho il lusso di sdraiarsi di notte e rilasciare il mio pensiero all'infinito, e fargli attraversare il mare, respirando ancora i resti del sole e lasciarmi andare dove il mio cuore visita ogni sera; in un posto bellissimo che non mi fa paura, e dormire tra le braccia che mi coccola, mi dice parole dolci, carezze e tutto mi fa pensare che il mondo potrebbe essere migliore, più dolce, pieno di amore ..



Testo di: JUSSARA SARTORI
scrittora, Poetessa & Freelance

IGUALDADE EMPÍRICA

A igualdade empírica, por si só, por  já se definir, não depende do estudo da ciência; que acaba, por si mesma, tornando vulgar, pois as pessoas já não se dão valor. Hoje os dois sexos querem decidir a vida por valores e conduta imorais, querendo enfrentar todos os problemas pelo ilogismo. Para ser sincera, creio que a eugenia não rege mais esta sociedade ilógica que nos rodeia e quer nos devorar pois estamos retrocedendo moral e tecnicamente no tempo, apesar de toda tecnologia exuberante e, ao mesmo tempo, tecnocrata.
 
A tecnologia nuclear avançou a passos gigantescos, sobrepondo e superestimando a própria inteligência que ficou escondida lá atrás, no era dos vikings ou mesmo no tempo das cruzadas.
Quando estudava estas partes da história mundial que abraçava um eufenismo sem dimensões sem uma rusga de humanidade.
 
Só que os homens de hoje são mais mordazes que os homens do passado pois destroem seus irmãos humanos sem compaixão alguma, suicidando-se depois como a vida não tivesse nenhum sentido.
Como a mulher avançou no patamar industrial, colocando-se hermeticamente diante de uma sociedade sem segurança, sem ter como reagir pois, em quem confiar?
 
Hoje os homens se desfazem das mulheres como se fossem uma coisa inútil (fazendo-as sofrer muito para depois mutilá-las). Que mundo é este, meu Deus? 
Há muito aprendi a não confiar em homem nenhum e ter um medo sem fim dos mesmos, procurando sem manter uma distância sem fim entre eu e eles.
 
O homem empírico é aquele que hoje é um ser incapaz de pensar com sanidade e bondade no coração.
A mulher se esconde atrás da sua fragilidade para cair na rede do inimigo. Onde está a igualdade? Não mais existe, Homens e mulheres agem conforme lhe dita a cabeça.
 
Este pesadelo está virando doença. Este país que é tão bonito e uma população tão carismática, acolhedora não tem como se mexer pois os próprios governantes são corruptos, são ladrões, fissurados em poder e dinheiro, passando este exemplo ruim aos pobres de carater, aos pobres de espírito.
 
No meio de toda esta maldade, esta corrupção desenfreada, me dou ao luxo de me deitar à noite e soltar meu pensamento no infinito, e deixá-lo atravessar o mar, ainda respirando os resquícios do sol e me deixo levar, onde meu coração visita todas às noites; em um lugar lindo que não me faz medo, e durmo dentro de braços que me aconchegam, me diz palavras gentis, me acaricia toda e me faz pensar que o mundo poderia ser melhor, mais doce, mais cheio de amor....


Texto de: JUSSARA SARTORI
Escritora, Poetisa & Freelance